SEJAM BEM VINDOS! A terra é uma só. A humanidade é uma só. A FELICIDADE é uma só.

Posts tagged ‘ansiedade’

Ansiedade – como controlar o mal do século by Andrea Taiyoo

ANSIEDADE, ânsia ou nervosismo é uma característica biológica do ser humano, que antecede momentos de PERIGO REAL  ou IMAGINÁRIO, marcada por sensações corporais desagradáveis, tais como uma sensação de vazio no estômago, coração batendo rápido, medo intenso, aperto no tórax, transpiração, e outras alterações associadas à disfunção do sistema nervoso autônomo.

 

Tanto a ansiedade quanto o medo, não surgem na vida da pessoa por uma escolha. Acredita-se que vivências interpessoais e problemas na primeira infância possam ser importantes causas desses sintomas. Além disso, existem causas biológicas como ANORMALIDADES QUÍMICAS NO CÉREBRO ou DISTÚRBIOS HORMONAIS. ANSIEDADE  é um estado EMOCIONAL que se adquire como consequência de algum ato.

SINTOMAS:

  • Fadiga
  • Insônia
  •  Falta de ar ou sensação de sufoco
  • Picadas nas mãos e nos pés
  •  Confusão
  • Instabilidade ou sensação de  desmaio
  •  Dores no peito e palpitações
  • Afrontamentos, arrepios, suores, frio, mãos úmidas
  •  Boca seca
  • Contrações ou  tremores incontroláveis
  •  Tensão muscular,  dores
  • Necessidade urgente de defecar ou  urinar
  • Dificuldade em  engolir
  • Sensação de ter um “nó” na garganta
  • Dificuldades para relaxar
  • Dificuldades para dormir
  • Leve tontura ou vertigem
  • Vômitos incontroláveis
  • Sensação de impotência
  • O TRATAMENTO é feito com PSICOTERAPIA e MEDICAMENTOS, dentre os quais ansiolíticos e  antidepressivos. É sempre importante que o paciente consulte um médico, pois esses medicamentos são normalmente controlados. É claro que estes medicamentos são muito importantes, mas se forem retirados a ansiedade aparece novamente. É preciso, então, escolher uma psicoterapia para analisar e enfrentar as causas psicológicas deste transtorno.

SOFRIMENTO X ANSIEDADE

 Qual a relação entre o sofrimento e a ansiedade? Bem, vamos lá,  a maioria dos sofrimentos que passamos na vida,  seja em qualquer área, é um indicador de que fizemos algo em desacordo com os princípios divinos ou as lei dos homens.  Normalmente quando estamos sofrendo, seja por doença, falta de dinheiro, desarmonia ou outro,   costumamos ansiar a mudança desses quadros mas, a ansiedade também nos causa mais doenças.

O melhor a fazer quando estamos sofrendo qualquer tipo de mal é: orar, pedir perdão a Deus e também pedi-Lo orientações no que precisamos mudar. Não esquecer de  que  tudo que acontece na nossa vida tem a permissão do criador, e com isso tentar achar o lado positivo da situação negativa, que  sempre tem, e assim evoluir espiritualmente e mentalmente.

PENSAMENTOS NEGATIVOS x ANSIEDADE

Somos seres pensantes, conscientemente ou inconscientemente a nossa mente pode fabricar entre doze mil a sessenta mil pensamentos por dia. Muitos pensamentos são intrusivos, negativos, depreciativos, ansiosos, preocupantes. Evidentemente que todos nós temos estes tipos de pensamentos e, em alguns momentos podem fazer sentido e até serem benéficos. Mas quando são recorrentes, incisivos e em retorno temos consciência que nos afetam negativamente, lidar com eles pode ser um tormento. Muitos de nós usamos o nosso pensamento como munições contra nós mesmos, muitas vezes por dia, mesmo sem estarmos cientes. Como a mente  não sabe o que  é real ou imaginário, se você começar a pensar constantemente coisas negativas e a sentir medo de algo que poderá ou não acontecer com você ou com um ente querido no futuro, o corpo se prepara para algum momento de tensão e dispara adrenalina e esse hormônio em excesso causa vários sintomas de desconforto no nosso corpo. Por isso, pensar positivo, ser otimista , sempre está em vantagem com  quem é negativo e pessimista,  e mesmo que ocorra o que você temia no futuro, até lá pelo menos você sofreu menos. Em resumo, não devemos sofrer por antecipação.

A ansiedade pode atingir quaisquer pessoas. Contudo, as mulheres estão mais propensas do que os homens. Além disso, a faixa etária de maior incidência é de 30 a 59 anos.

Participe da campanha e do novo movimento:

 

Anúncios

Sentindo-se ansioso? Fique alerta!


Quando você se sente ansioso, dominado pela ansiedade, que se deve fazer? O que você geralmente faz quando a ansiedade se faz presente? Você tenta resolvê-la. Você tenta alternativas e você fica cada vez mais envolvido nisso. Você irá criar uma confusão ainda maior porque ansiedade não pode ser dissolvida através do pensar.

Ela não pode ser dissolvida pelo pensar porque o próprio pensar é um tipo de ansiedade.

Esta técnica diz para não fazer nada com a ansiedade. Basta ficar alerta!

Vou lhe contar uma antiga anedota sobre Bokuju, outro mestre Zen. Ele vivia sozinho numa caverna, mas durante o dia, ou mesmo à noite, ele às vezes gritava, “Bokuju” – seu próprio nome, e então ele diria, “Sim, estou aqui”. E ninguém mais estava lá.

Então seus discípulos costumavam perguntar a ele, “Porque você está chamando ‘Bokuju’, seu próprio nome, e então dizendo, ‘Sim senhor, estou aqui’?”

Ele disse, “Sempre quando começo a pensar, tenho que me lembrar de ficar alerta, e assim chamo meu próprio nome, ‘Bokuju’. Na hora que chamo ‘Bokuju’ e digo, ‘Sim senhor, estou aqui’, o pensar, a ansiedade desaparece”.

Então, nos seus últimos dias, por dois ou três anos, ele nunca mais chamou “Bokuju”, seu nome, e nunca teve que responder, “Sim senhor, estou aqui”.
Os discípulos perguntaram, “Mestre, agora você não faz mais isso”.

Então ele disse, “Mas agora Bokuju está sempre presente. Ele está sempre presente, e não há necessidade. Antes eu costumava perdê-lo. Às vezes a ansiedade me tomava, me obscurecia completamente, e Bokuju não estava lá. Então eu tinha que lembrar ‘Bokuju’, e a ansiedade desaparecia…”

Tente seu nome. Quando você sentir uma profunda ansiedade, apenas chame seu nome – não “Bokuju” ou outro nome qualquer, mas seu nome – e então responda a isso, “Sim senhor, estou aqui”, e sinta a diferença.

A ansiedade não estará mais presente. Ao menos por um momento você terá um vislumbre além das nuvens, e o vislumbre pode ser aprofundado. Uma vez que você saiba que se você ficar alerta a ansiedade não está mais lá, ela desaparece; você chegou a um profundo conhecimento de seu próprio eu e do funcionamento de seu mecanismo interior.

Texto: Palavras de Osho

Pessoas felizes são mais produtivas, afirma artigo

Na essência, os seres humanos são muito parecidos e na sua interioridade todos são maravilhosos. Não importa a cor, a cultura, a idade, o sexo ou a renda, todos fazem o seu melhor para serem felizes e bem-sucedidos.  A diferença é que também temos diferenças de conhecimentos, percepções, expectativas, ciclo de vida e experiências, e por estas e outras razões, a felicidade e o sucesso significam diferentes coisas para diferentes pessoas.

Na ânsia por atingir nossos objetivos, com frequência complicamos por de mais a existência, vivendo muitas vezes em gaiolas mentais, presos ao passado ou ao futuro. Poucos vivem o aqui e o agora!  Especialistas ousam afirmar que 75% das pessoas são propensas à depressão e potenciais clientes do prozac (antidepressivo), por viverem grande parte de seu tempo presas aos acontecimentos passados. Já 20% das pessoas tendem a ser ansiosas, por serem reféns do futuro que ainda não chegou. Somente 5% das pessoas vivem um minuto de cada vez e o presente é o único momento que é possível viver. Não há como fazer o passado retornar, ele valeu pela experiência que nos deixou e o futuro é probabilístico, só Deus sabe.

Nesta viagem, chamada vida, em muitos momentos chegamos às raias do ridículo. Corremos numa roda parada feito hamsters, fazendo um esforço descomunal, sem contudo sair do lugar.  A felicidade nos alcança mais facilmente quando paramos de correr atrás dela. Por gerações fomos educados ou melhor, deseducados,  com conceitos anti-vida, por exemplo: “é preciso fazer a guerra para alcançar a paz”. A mídia martelou o tempo todo nas nossas cabeças, que para ser, precisamos ter. Pela repetição a que fomos expostos, nós acreditamos. Por isso, mais e mais nos encontramos correndo em busca de uma felicidade condicional, que depende de coisas. Quanto mais buscamos a felicidade, mais distante dela nos encontramos.

A sociedade clama por líderes. Por toda parte vemos a falta de liderança e não é de se admirar esta carência. A alma humana está doente. Estamos rodeados de pessoas descentradas e desfocadas, e neste contexto é quase impossível exercer influência positiva sobre elas, motivá-las e formar equipes.

Mais do que conhecimentos e recursos financeiros, as empresas precisam de pessoas competitivas para alcançar os seus objetivos. Pessoas competitivas são pessoas felizes, que sabem fazer e dão o seu melhor. Grande parte das encrencas no mundo deve-se à inversão de valores. Principalmente as gerações nascidas após 1990 foram induzidas a conjugar os verbos da alta performance na ordem inversa – ter, ser e, de preferência, não precisar fazer. Seguir atalhos na vida é muito perigoso. O caminho da sabedoria é ser, para depois fazer e como resultado ter.

Com frequência, somos nós que criamos nossos problemas. Se você quer viver uma vida abundante, primeiro mude e amplie sua visão.  Decida agora desfrutar mais da vida. Não espere para ser feliz. A vida é para ser vivida e não para ser pensada. É tão simples assim, nós é que complicamos as coisas. Você é tão feliz quanto acredita ser.

Texto:  Jornal da net

%d bloggers like this: