SEJAM BEM VINDOS! A terra é uma só. A humanidade é uma só. A FELICIDADE é uma só.

Archive for the ‘Amor Altruísta’ Category

Carta de Einstein à sua filha datada de 1951 – Qual a relação da carta com a felicidade da humanidade?

Uma relíquia histórica encontrada no fundo de um pesado cofre na sala da direção de uma escola, em Porto Alegre, vem animando os alunos e alimentando a curiosidade sobre física. Ninguém menos que Albert Einstein assinou e datilografou a carta com uma mensagem endereçada aos estudantes do Colégio Anchieta, tradicional escola porto-alegrense.

Datada de 24 de junho de 1951, a correspondência foi trazida a Porto Alegre pelo então diretor e padre Gaspar Dutra, que passava uma temporada de estudos nos Estados Unidos. Naquele dia, o brasileiro teve um encontro com o célebre físico alemão na Universidade de Princeton, na cidade norte-americana de Nova Jersey.

“Quem conheceu a alegria da compreensão conquistou um amigo infalível para a vida. O pensar é para o homem, o que é voar para os pássaros. Não toma como exemplo a galinha quando podes ser uma cotovia”, escreveu Einstein, em alemão, endereçando aos “estudantes do Colégio Anchieta”. A  carta chegou ao Brasil acompanhada de uma foto exclusiva feita pelo fotógrafo Marcel Sternberger.

Para redimir quaisquer dúvidas, uma grafologista foi contratada e acabou verificando a autenticidade do documento, ao comparar a assinatura contida na carta com uma amostra cedida pelo Instituto Oswaldo Cruz, o qual Einstein visitou na década de 1920.

Carta de Einstein à sua filha Lieserl

O AMOR

Quando propus a teoria da relatividade, muito poucos me entenderam e o que vou agora revelar a você, para que transmita à humanidade, também chocará o mundo, com sua incompreensão e preconceitos.
Peço ainda que aguarde todo o tempo necessário — anos, décadas, até que a sociedade tenha avançado o suficiente para aceitar o que explicarei em seguida para você.
Há uma força extremamente poderosa para a qual a ciência até agora não
encontrou uma explicação formal. É uma força que inclui e governa todas as outras, existindo por trás de qualquer fenômeno que opere no universo e que ainda não foi identificada por nós.
Esta força universal é o AMOR.
Quando os cientistas estavam procurando uma teoria unificada do Universo esqueceram a mais invisível e poderosa de todas as forças.
O Amor é Luz, dado que ilumina aquele que dá e o que recebe.
O Amor é gravidade, porque faz com que as pessoas se sintam atraídas umas pelas outras.
O Amor é potência, pois multiplica (potencia) o melhor que temos, permitindo assim que a humanidade não se extinga em seu egoísmo cego.
O Amor revela e desvela.
Por amor, vivemos e morremos.
O Amor é Deus e Deus é Amor.
Esta força tudo explica e dá SENTIDO à vida. Esta é a variável que temos
ignorado por muito tempo, talvez porque o amor provoca medo, sendo o único poder no universo que o homem ainda não aprendeu a dirigir a seu favor.
Para dar visibilidade ao amor, eu fiz uma substituição simples na minha
equação mais famosa.

Se em vez de E = mc², aceitarmos que a energia para curar o mundo pode ser obtido através do amor multiplicado pela velocidade da luz ao quadrado (energia de cura = amor x velocidade da luz ²), chegaremos à conclusão de que o amor é a força mais poderosa que existe, porque não tem limites.
Após o fracasso da humanidade no uso e controle das outras forças do
universo, que se voltaram contra nós, é urgente que nos alimentemos de outro tipo de energia. Se queremos que a nossa espécie sobreviva, se quisermos encontrar sentido na vida, se queremos salvar o mundo e todos os seres sensíveis que nele habitam, o amor é a única e a resposta última.
Talvez ainda não estejamos preparados para fabricar uma bomba de amor, uma criação suficientemente poderosa para destruir todo o ódio, egoísmo e ganância que assolam o planeta. No entanto, cada indivíduo carrega dentro de si um pequeno, mas poderoso gerador de amor, cuja energia aguarda para ser libertada.

Quando aprendemos a dar e receber esta energia universal, Lieserl querida, provaremos que o amor tudo vence, tudo transcende e tudo pode, porque o amor é a quintessência da vida.
Lamento profundamente não ter sido capaz de expressar mais cedo o que vai dentro do meu coração, que toda a minha vida tem batido silenciosamente por você. Talvez seja tarde demais para pedir desculpa, mas como o tempo é relativo, preciso dizer que te amo e que a graças a você, obtive a última resposta.
Seu pai,
Albert Einstein

Anúncios

As Leis do Amor

O amor tem suas próprias leis e se não estivermos dispostos a segui-las dificilmente conseguiremos alcançar a tão sonhada felicidade.

Uma das principais leis do amor diz respeito ao fato de que ele deve ser dado sem esperar nada em troca. Quantas pessoas são capazes de continuar a amar alguém sem que sejam correspondidas?

É claro que o ideal do amor é a reciprocidade, mas nem sempre o outro pode nos dar aquilo que esperamos dele. O ego faz com que sentimentos como a raiva, o ressentimento e o desejo de vingança substituam o amor quando este é contrariado ou deixa de existir por parte do ser amado.

Mas se estivermos dispostos a mudar esta regra e guiar-nos por uma dimensão mais elevada do nosso ser, mesmo que nosso desejo pelo outro seja contrariado, podemos cultivar uma dimensão superior do amor, que consiste em querer o melhor para aquela pessoa, ainda que não seja ao nosso lado. Este é um grande desafio para aqueles que desejam sair-se vencedores na luta contra a negatividade e o egoísmo.

Outra lei básica do amor é a liberdade. Se você ama alguém, deixe-o livre, não queira controlá-lo ou determinar o que ele pode ou não fazer. Este é o caminho mais rápido para afastar a quem você ama.

Quem não consegue amar sem o desejo de controlar o outro, está infringindo outra lei do amor que é a confiança. Sem ela, o amor jamais poderá subsistir, e se tornará cada dia mais frágil.

Outra importante lei do amor é a lealdade. Se eu amo alguém é imprescindível que eu seja leal a esta pessoa, não a desrespeite e não aja de modo a trair o pacto de sinceridade que está implícito em qualquer relacionamento de amor que se estabelece entre duas pessoas.

Para que possamos vivenciar estas leis em toda a sua plenitude, é necessário que as tenhamos plenamente integradas em nosso próprio interior. Caso contrário, seremos presas fáceis de relacionamentos onde a maioria destas leis ou a totalidade delas é desrespeitada por nós ou por nossos parceiros, e os sentimentos de medo e insegurança farão com que permaneçamos nestes relacionamentos, negando-nos qualquer chance de experimentar a real, profunda e verdadeira dimensão do amor.

… Você ama uma pessoa e a pessoa ama você. Um dia, você o vê sendo atraído por uma outra mulher… Aí a comparação começa. Então ele está deixando você? Então ele encontrou alguém que é melhor que você? Então ele encontrou alguém que é mais bela que você?
Você pode não perceber muito claramente, mas é exatamente isso que cria o ciúme: essa idéia que alguém pode ser melhor, que alguém pode ser mais bela, que alguém pode atrair o seu parceiro mais do que você mesma. Isso cria uma sensação interna de inferioridade e você começa a sentir ciúme. Você criará todos os tipos de obstáculos possíveis para destruir essa possibilidade.

Não ter qualquer ciúme só é possível quando você vier a aceitar a si mesma tão completamente que não exista mais qualquer comparação, quando você não se comparar com mais ninguém. Mesmo se o seu namorado se aproximar de alguma outra pessoa, isso não criará qualquer comparação. É apenas o simples fato de que ele se tornou atraído por aquela mulher. Isso não lhe traz nenhum conflito com a outra mulher, isso não diz respeito a você. Isso diz respeito ao homem, nada a respeito de você, isso não se refere a você, absolutamente.

Mas isso só é possível quando você se tornar tão integrada que você pode viver sem um namorado, você pode viver sem estar sendo amada e ainda assim se sentir tão feliz quanto se sente sendo amada; quando o amor não for mais uma necessidade, mas simplesmente uma alegria. Se você está sendo amada, tudo bem. Se você não está sendo amada, tudo está perfeitamente bem. Você não está atrás disso. Não há qualquer ego carente e você não faz disso uma viagem de ego.

Quando o amor não é uma busca, não é uma necessidade, mas um compartilhar, ele tem uma tremenda beleza.; Aí, ninguém estará preocupado se ele vai ou não durar para sempre. Se ele acontecer apenas por este momento já será ótimo, a pessoa compartilha. Se amanhã você encontrar de novo com esse homem e ele estiver pronto para se encontrar com você, você compartilha novamente, caso contrário, dê um tchau. Agradeça a ele porque houve um momento em que você compartilhou e foi um momento feliz e você não quer fazer disso uma coisa permanente.

A idéia de fazer alguma coisa permanente surge apenas porque você está movida pela necessidade. Você está com medo, esse homem deu felicidade a você e amanhã, se ele disser não, você ficará de novo infeliz. Assim, você procura dar um jeito para que amanhã ele não possa escapar. Tranque a porta! Mas uma vez que a porta esteja trancada, aquela energia não estará mais presente, nem mesmo neste exato momento, porque o amor acontece apenas em liberdade.

Um dia, através do aprendizado, experimentando muitos relacionamentos, a pessoa se torna madura. Então o ciúme desaparece. Então você estará simplesmente feliz se esse homem vier e compartilhar a sua energia com você, ou se ele quiser compartilhar com alguma outra pessoa, você estará feliz. Essa é a liberdade dele, você nada tem a ver com isso. Somente nós somos os mestres de nós mesmos e ninguém mais deve pretender ser o mestre de outras pessoas. Quando a liberdade é deixada intacta, o amor cresce infinitamente.

Osho

PARTICIPE DA NOSSA CAMPANHA NO FACEBOOK:

 Felicidade não é TER, é SER!

As PESSOAS FELIZES fazem com que os outros também se sintam assim, seja no trabalho, nas amizades ou nos relacionamentos amorosos, enquanto AS INFELIZES acabam se PREOCUPANDO APENAS COM ELAS MESMAS.

Não coloque a sua felicidade no TER, no EU TENHO, procure em seu dia a dia não depender de ter algo ou alguém para ser feliz, isso é passageiro, além de a sua felicidade ficar sempre no futuro, manifeste em sua vida tudo aquilo que lhe faça expressar o seu SER, o EU SOU, que é lembrança e eterno.

A FELICIDADE é GENEROSA.

COMPARTILHE-A!

andrea-taiyoo-sol12menor.jpg

Amor altruísta, você tem?

“comprimidos aliviam a dor, mas só o amor alivia o sofrimento”

 Altruísta é aquele que ama o seu próximo sem esperar nada em troca.

O altruísta é capaz de agir em favor do próximo sem egoísmo, é capaz de se colocar no lugar dele, e assim, tomar atitudes concretas para aliviar a sua dor ou a sua dificuldade, dentro ou até acima de suas possibilidades.

O altruísta ama acima de tudo, é equilibrado e move-se e move as pessoas na direção daquele que necessita verdadeiramente de algo.

O altruísta não consegue fechar os olhos para o que se passa ao seu redor como se nada estivesse acontecendo.

O AMOR – Carlos Drummond de Andrade

Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção. Pode ser a pessoa mais importante da sua vida.
Se os olhares se cruzarem e neste momento houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.
Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante e os olhos encherem d’água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.

Se o primeiro e o último pensamento do dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um presente divino: O AMOR.

Se um dia tiver que pedir perdão um ao outro por algum motivo e em troca receber um abraço, um sorriso, um afago nos cabelos e os gestos valerem mais que mil palavras, entregue-se: vocês foram feitos um pro outro.
Se por algum motivo você estiver triste, se a vida te deu uma rasteira e a outra pessoa sofrer o seu sofrimento, chorar as suas lágrimas e enxugá-las com ternura, que coisa maravilhosa: você poderá contar com ela em qualquer momento de sua vida.
Se você conseguir em pensamento sentir o cheiro da pessoa como se ela estivesse ali do seu lado… se você achar a pessoa maravilhosamente linda, mesmo ela estando de pijamas velhos, chinelos de dedo e cabelos emaranhados…
Se você não consegue trabalhar direito o dia todo, ansioso pelo encontro que está marcado para a noite… se você não consegue imaginar, de maneira nenhuma, um futuro sem a pessoa ao seu lado…
Se você tiver a certeza que vai ver a pessoa envelhecendo e, mesmo assim, tiver a convicção que vai continuar sendo louco por ela… se você preferir morrer antes de ver a outra partindo: é o amor que chegou na sua vida. É uma dádiva.
Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes na vida, mas poucas amam ou encontram um amor verdadeiro. Ou às vezes encontram e por não prestarem atenção nesses sinais, deixam o amor passar, sem deixá-lo acontecer verdadeiramente.
É o livre-arbítrio. Por isso preste atenção nos sinais, não deixe que as loucuras do dia a dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: O AMOR .

Ame a Deus! – Minutos de Sabedoria

“TUDO coopera para o bem daqueles que amam a Deus”!

Então, manifeste constantemente a todas as criaturas, que são a manifestação da Divindade em redor de você!

Deus revela-se ao homem através do próprio homem.

O melhor meio de amar a Deus é saber amar ao próximo, revelando-se as falhas, compreendendo-lhe as falhas, compreendendo os seus problemas e ajudando-o em todas as circunstâncias.

Texto: Minutos de Sabedoria

Aguardem, breve lançamento do livro a seguir:

Ser Humano ou um Ser Egoísta ?

O amor

Ontem estive na casa de uma amigo muito querido e conversa vai e conversa vem, ele me mostrou algumas de suas poesias e textos e acabei me encantando muito com o texto abaixo sobre O AMOR, como concordo com tudo que esta escrito, achei interessante postá-lo para vocês. O mais interessante é que estive procurando no meu arquivo uma imagem para materializar, representar o texto sobre o amor, e não consegui achar nada que me agradasse, não queria colocar um coração como a maioria, o amor é um SENTIMENTO , nós precisamos SENTIR , como na frase de Antoine de Saint-exupéry “O essencial é invisível para os olhos” . O sentido da vida é AMAR. A coisa mais importante na vida é o AMOR. Como é maravilhoso esse sentimento, o que seria esse mundo sem amor? Não tenha medo de ser feliz, quem tem medo de ser feliz tem medo de amar e quem tem medo de amar, consequentemente não será feliz.

Sinônimo de felicidade é AMAR
Andrea Taiyoo

Após encontrar-se consigo próprio, o individuo ¨doa-se ¨ ao ambiente que lhe está próximo. Esta ¨doação ¨acontece espontaneamente, pois há uma integração perfeita entre o ser e o ambiente; entre o ser e os outros.

Já não existem temores, desconfianças, não há razão alguma para obstruir essa relação amorosa do ser para com o ambiente; o ser e os outros são um só.

E como ESSA PERCEPÇÃO VEM DE DENTRO, DO ENCONTRO COM SUA PRÓPRIA ESSÊNCIA, o amor não depende de reciprocidade, ele simplesmente é , existe dentro do próprio individuo e se OFERECE.

O amor , portanto , não precisa de dois, basta um . O QUE AMA A SI PRÓPRIO DE TAL FORMA QUE AMA A SUA ESSÊNCIA, e como esta é a mesma para TODOS , ele ama a TODOS porque SE AMA.

E finalmente deixa de ESTAR para SER , já que se encontrou.

Texto: Bernado Ribeiro Saraiva

%d bloggers like this: