SEJAM BEM VINDOS! A terra é uma só. A humanidade é uma só. A FELICIDADE é uma só.

A felicidade


A felicidade tão almejada independentemente de credo ou ideologia, hoje tão distante de se alcançar, é o reflexo de um mundo conflituoso, cheio de ódio, ambições e violência.

Numa entrevista realizada pela televisão russa nas ruas de Moscou, entre as várias perguntas formuladas, uma merece destaque pela unanimidade das respostas: “Qual o seu sonho?”. “Ser feliz”.

A felicidade tão almejada independentemente de credo ou ideologia, hoje tão distante de se alcançar, é o reflexo de um mundo conflituoso, cheio de ódio, ambições e violência, em que a razão dá lugar à discórdia e ao embrutecimento.

Reunidos na França, na abadia de Royaumont, filósofos, economistas, sociólogos e historiadores de todo o mundo, detiveram-se na discussão das questões mais importantes que a humanidade enfrenta, a partir da publicação do livro “Que Futuro espera a Humanidade?”, versando sobre a fome e o desemprego, atingindo dois terços da população da terra, e as alternativas dos sistemas de governos, capitalismo e socialismo.

Sendo sistemas antagônicos, são modelos econômicos fragilizados nas resoluções das questões peculiares que afligem os povos: fome, violência, miséria, prostituição, desemprego, são frutos de uma política econômica delimitada “onde as mazelas sociais são decorrentes da própria natureza da economia, cujo objetivo é a busca imediata do lucro”.

Baseados em tais argumentos, estudiosos chegaram a uma suposta conclusão: o surgimento de uma sociedade em que a maioria das pessoas vagaria sem qualquer utilidade ou ocupação, sem obter nenhuma renda, formando o grupo dos excluídos, enquanto que uma minoria elitizada com renda altíssima comandaria as máquinas. É a resultante de uma política econômica de concentração de renda e de alta competitividade, chamada de globalização.

Hoje, vivemos num pagadigma sistêmico em que o cenário global é ditado por uma nova ordem social, que é a evolução acelerada do conhecimento humano, modificando hábitos e costumes. A felicidade é um estado de espírito que se conquista, não se compra. Independentemente de forma ideológica e sistemas governamentais, ela está presente entre todos os mortais.

Texto: Jornal do Leitor

Comentários a: "A felicidade" (1)

  1. É uma pena o mundo estar esse jeito,tanta gente ifeliz…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: