SEJAM BEM VINDOS! A terra é uma só. A humanidade é uma só. A FELICIDADE é uma só.

Solidão mata


A julgar por um estudo recentemente divulgado pela Brigham Young University, nos EUA , solidão é meio caminho andado em direção à cova. O tra balho conclui que gente solitária tem 50% mais chances de morrer do que aqueles que estam cercados de familiares ou amigos.

Isso significa dizer segundo pesquisadores, que a solidão deveria ser encarada como um problema de saúde pública – tão preocupante quanto o tabagismo e o alcoolismo.

De acordo com o psiquiatra Neury Botega , professor da faculdade de Ciências Médicas da Unicamp , uma vida solitária começa a virar problema quando ela passa a infligir sofrimento ao indívido. “Isolamento social geralmente faz parte do quadro clinico da depressão, junto com sensação de desesperança, incapacidade de sentir prazer nada vale a pena” . E aí que o solitário costuma abrir a guarda, tendendo a ficar cada vez mais vunerável a uma sérei de doenças.

A literatura médica está cheia de casos que relacionam solidão com aumento da pressão arterial e aceleração do processo de envelhecimento.

Também há trabalhos científicos que colocam os solitários na categoria dos mais sujeits a arteriosclerose, diabetes, derrame, ataque cardíaco e deficiências imunológicas.

Sem contar o elevado índice de suicídios. Nas contas a Sociedade Brasileira de Psiquiatria, é provável que a solidão esteja relacionada a 50% dos casos registrados anualmente em todo o mundo.

NÚMEROS ASSUSTADORES

Todo ano, 1 milhão de pessoas comentem suícido.
NO BRASIL – 1 a cada hora
NO MUNDO – 1 a cada 40 segundos

Nos últimos 45 anos, o número de suícidios cresceu 60%

Para cada suícidio consumado, ocorrem de 12 a 25 tentativas malsucedidas.

A solidão pode estar relacionada a 50% dos suícidios cametidos anualmente.

Suicídio é a 7a. maior causa de morte entre a população masculina.
HOMENS – comentem 7 vezes mais suicídios que as mulheres
MULHERES – usam veneno 3 vezes mais que os homens

FONTES: SOCIEDADE BRASILEIRA DE PSIQUIATRIA, ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE; THE NEW YORK TIMES.

QUAL TIPO DE PESSOA TORNAR-SE-Á SOLITÁRIA?

QUAL TIPO DE PESSOA TORNAR-SE-Á SOLITÁRIA?(UMA ANÁLISE DOS CONFLITOS NOS CASAMENTOS E RELACIONAMENTOS NA ATUALIDADE).

“Qualquer talento ou distinção pessoal deve servir ao incremento de uma sensibilidade a favor de determinada pessoa,do contrário, apenas restará uma vaidade nefasta que excluirá o sujeito da condição humana, rebaixando-o novamente para o reino animal da competição”.- CHARLES DARWIN.

“Todos constroem um desejo veemente de ter provedores que satisfaçam todas as carências impostas pela vida. Como a criança lida com a imagem e o real perante a figura provedora, é a medida mais exata de sua futura saúde ou doença mental. Muito mais do que desejar afetivamente um dos genitores, o objetivo central da criança desamparada é possuir um provedor eterno, pois logo cedo a mesma percebe a extrema dificuldade pela sobrevivência em nosso mundo”.- ALFRED ADLER-PSICÓLOGO.

“Se na era vitoriana estudada por FREUD, a mulher desenvolveu a histeria por não poder gozar a sua sexualidade devido ao moralismo opressivo da época, que tipo de nova enfermidade desenvolverá uma mulher independente, que pode se relacionar sexualmente com total liberdade, mas totalmente temerosa em compartilhar sua intimidade e com pânico profundo ao amor e entrega absoluta?”.-ANTONIO CARLOS PSICÓLOGO.(ANTONIO CARLOS-PSICÓLOGO)”.

A sensação de derrota íntima é o primeiro indício de uma profunda solidão que talvez seja companheira pelo resto da vida de uma pessoa. Neste ponto quero ressaltar o primeiro conceito essencial deste texto, que tem o objetivo de advertência pessoal e social: Qualquer experiência pretérita de fracasso Afetivo ou separação deveria servir para uma ampliação de consciência ou crescimento pessoal, nos tornando mais sensíveis para aquilo de que realmente necessitamos, sendo que jamais poderíamos nos permitir que ditas experiências nos causassem amargura ou rancor, que irão se travestir de exigências impossíveis de serem concretizadas num futuro relacionamento.

Talvez a questão levantada seja a maior doença afetiva de nossos tempos. Se em algum momento de nossa vida nos entregamos a alguém que efetivamente não nos correspondeu, este é um problema puramente de sensibilidade, sendo que a mesma com toda certeza estava diminuída por não termos percebido uma escolha errada, ou que no fundo a pessoa em questão era uma projeção de todas as nossas negatividades não assumidas. O fato central que temos de perceber é o quanto realmente de investimento profundo depositamos na relação, ou prevaleceu nossa cobiça diária para ganhar mais dinheiro?Qual das partes sempre teve a soberania?

A prática da psicoterapia durante um pouco mais de um século, provou que o essencial para a cura de determinada neurose é principalmente a relação que se estabelece entre terapeuta e paciente. A mesma jamais pode ser algo puramente técnico, mas, sobretudo um dinamismo onde a troca deve sempre estar presente. O pagamento de determinada consulta é uma espécie de depuração para um sujeito que esteve em déficit no plano emocional em algum momento de sua vida.

Independentemente da questão econômica, o ponto central deve ser a troca, pois do contrário sobrará uma concepção mística e donativa de uma relação, onde a conseqüência é o mais puro sofrimento. Jamais uma verdadeira relação amorosa pode ser unilateral, pois do contrário há uma escravização do sentimento. Sabemos da extrema dificuldade da entrega ou doação numa relação, pois quase todos têm o receio de se sentirem submissos ou inferiores perante o outro. Obviamente é mais cômodo ter alguém aos nossos pés, provando nosso poder pessoal na esfera amorosa,sendo este desejo de possuir a alma do outro, uma das piores manipulações emocionais que o ser humano tem desenvolvido em nossa era.

Andrea Taiyoo 

Deus é alegria e deseja que todos seus filhos sejam  felizes!

Pense nisso!

Be happy!

 

Comentários a: "Solidão mata" (4)

  1. VONTADE DE GRITAR, VONTADE DORMI E SÓ ACORDAR QUANDO TUDO FOR DIFERENTE, VONTADE DE CHORAR… VONTADE DE SUMIR DO MUNDO..

  2. Se solidão realmente matasse eu não estaria há 33 anos respirando nesse mundo. Mas ainda torço muito pra que a morte me leve bem rápido pra bem longe dessa maldita vida.É duro acordar todo dia, sair as ruas e observar os casais andando de mãos dadas, sorrindo um para outro, compartilhando amor, cumplicidade, afeto, carinho e apoio. Mas infelizmente sou deserdado disso tudo. Minha companheira é o vento, sua voz é o silêncio e seu carinho comigo é frio de doer. Enfim, minha vida é sobreviver ao vácuo da solidão em um mundo em cada vez mais o amor e as relações afetivas estão ao alcance de todo mundo. Eu não deve ser desse mundo…

    • Me sinto exatamente igual a vc, sei bem como é isso…parece q vc não existe e todos tem a possibilidade de ser feliz com aluem, menos vc

  3. I am extremely impressed with your writing talents and also with the
    layout to your blog. Is that this a paid subject matter or did you customize
    it your self? Anyway keep up the excellent quality writing, it’s uncommon to look
    a nice blog like this one today..

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: